Revista Multimídia Ambiental

Pensando em um mundo melhor.

Construção de Belo Monte começa até setembro, diz ministro

em 24/04/2010

Por Myrian Conôr, em Castanhal/Pará.

Governo tentará antecipar assinatura do contrato de outorga.
‘Não podemos mais esperar’, disse Márcio Zimmermann.

O ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, afirmou nesta sexta-feira (23) que a hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará, terá suas obras iniciadas no máximo em setembro deste ano.

Com o leilão vencido pela Chesf, subsidiária da Eletrobrás que lidera o consórcio de construtoras, o governo, segundo Zimmermann, tentará antecipar a assinatura do contrato de outorga. “Trata-se da usina mais planejada do mundo. Foram cinco anos de estudos ambientais e não podemos mais esperar”, afirmou.

O ministro criticou a ação de organizações não-governamentais (ONGs) que tentam protelar o processo de construção da obra, considerando que tais atitudes não passam de “manipulações”. “Não sou técnico, mas me reporto aos números. Foram mais de R$ 70 milhões gastos em estudos ambientais e se for necessário, faremos algumas adequações. Esta inquietude é natural, mas Belo Monte precisa sair”, afirmou o ministro, lembrando que o processo que tratou da construção da usina hidrelétrica de Jirau, no Rio Madeira, em Rondônia, foi ainda mais penoso e sofreu com mais atrasos devido a questões ambientais discutidas na Justiça.

Zimmermann não descartou a possibilidade da Eletrobrás assumir integralmente a execução da obra, uma vez que detém 49% do consórcio. Considerando a possibilidade remota por conta das ações que questionam os valores envolvidos na negociação, ele assegurou que a estatal possui expertise suficiente e que se preciso for, tem capacidade de comprar a parte das demais empresas participantes do grupo vencedor do leilão da Belo Monte. O ministro falou com a imprensa em Florianópolis, onde participou de uma homenagem feita pela Eletrosul, subsidiária da Eletrobrás, responsável pela geração e transmissão de energia na região Sul e onde iniciou carreira.

Lula
Na quinta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a eventual saída de empresas privadas do consórcio que arrematou o leilão de Belo Monte não vai impedir a construção da usina. Segundo ele, a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), subsidiária da Eletrobrás, que tem 49,98% da participação no consórcio, vai construir a hidrelétrica sozinha se for preciso.

“No leilão entrou quem quis e sai quem quer depois. Não tem nenhum cadeado fechando a porta. Tem várias portas. A única coisa que eu digo é o seguinte: nós, enquanto Estado brasileiro, enquanto empresa pública, faremos sozinho o que for necessário fazer”, disse, após almoço no Itamaraty em recepção ao presidente do Líbano, Michel Sleiman.

Fonte: Portal G1


Fale conosco, deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: