Revista Multimídia Ambiental

Pensando em um mundo melhor.

Desde os primórdios até hoje em dia…

em 14/03/2010

por Rony Ricardo, em Belém do Pará

“…o homem ainda faz o que o macaco fazia…”

Como já dizia a letra, ainda persistimos no mesmo erro dos nossos ancestrais. Continuamos fazendo as mesmas “macaquisses” com nosso querido e amado planeta Terra. E ai pensamos: Porque?

A resposta desta questão poderia passar por milhares de palestrantes e seminaristas bem sucedidos na vida, tornando-a complexa até o ultimo sobrevivente. Entidades que se julgam “protetoras” do meio ambiente, por trás escondem empresários bilionários, prontos a gastar o dinheiro que for em nome da “melhor” condição de viver bem. Discursos inócuos! Mas diante desta cena aterrorizante, chamada de aquecimento global, nossa melhor condição de vida será morrermos afogados no último andar de um arranha-céu.

Não podemos negar que as condições climáticas do nosso planeta, vem mudando durante milhões de anos. Mas por isso temos que ignorar este problema pois é natural?

Pertencemos a uma raça racional e com isso sentimos a necessidade de evoluir, aumentando gradativamente o problema do aquecimento.

Segundo o IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas) criado pela ONU, estudos indicam que ao longo do século passado a temperatura média da superfície da Terra tenha subido de 0,4° C a 0,8° C. Com este pequeno aumento na temperatura, já podemos nos confrontar com, ondas de calor inéditas, furacões avassaladores, secas intermináveis onde antes havia água em abundância, enchentes devastadoras, extinção de milhares de espécies de animais e plantas, incêndios florestais, derretimento dos pólos.

Segundo o relatório criado pela ONU, a temperatura do planeta subirá 4 graus até o fim do século. O relatório seguinte, tratou do potencial catastrófico do fenômeno e concluiu que ele poderá provocar extinções em massa, elevação dos oceanos e devastação em áreas costeiras.

A situação se agrava quando vemos pessoas que deveriam resolver os problemas para a população, se demonstrarem totalmente relapsos quanto a questão. Fato este, visto no encontro da ECO 92 em Johanesburgo, na África do Sul.

“As emissões do gás carbônico, o grande responsável pelas mudanças climáticas e pelo aquecimento global, cresceram 10%. Os Estados Unidos, que abandonaram o Protocolo de Kioto, o tratado assinado por 178 países para controlar as emissões desse gás, o salto foi de 18%.” (veja.com.br).

Podemos evitar ou reduzir a emissão dos gases estufa? Sim podemos! Se resolvermos deixar de fazer as mesmas “macaquices” dos nossos ancestrais e começarmos a agirmos como humanos, nosso querido planeta Terra, agradece.



Fale conosco, deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: